A EPIDEMIA DO AMOR

Escrito por Médium Juliana Abdala
Avalie este item
(0 votos)

O amor é a nossa essência. Fomos criados por Deus a partir do amor d’Ele para conosco e do amor que Ele quer que nós tenhamos para com nossos irmãos. Daí se iniciou a epidemia do amor, como uma corrente do bem, conseguem ver?

Considerando o ponto de partida, a dimensão divina de Deus, nós somos os incumbidos de espalhar essa grandeza a cada ser vivo que encontramos diante de nós.

Viver pelo amor faz com que a vida seja mais leve e, ao mesmo tempo, intensa. Essa é a nossa lei maior, a lei do amor. Nós temos um forte desejo de amarmos e sermos amados, nem sempre sabemos expressar essa vontade, mas ela está aí, no nosso coração e na nossa alma.

O amor, na sua forma mais pura, transforma o que tiver contato com ele. Substitui sentimentos ruins por compaixão, ternura, alegria e paz. Eu poderia descrever todos os outros milhares de sentimentos maravilhosos que o amor traz apenas para aproveitar a oportunidade e senti-los, mas creio que este texto ficaria maior do que deveria. Deixo a oportunidade para você, mentalmente, pensar e citar todos esses sentimentos e senti-los. Faça, é maravilhoso.

Por que será, então, que amar e ser amado também traz aquele leve temor? Ao misturarmos amor com apego, por exemplo, obtemos o ciúme. Ao misturarmos amor com traumas, obtemos o medo. Ao misturarmos amor com expectativas, obtemos desilusões. É isso que faz com que nos fechemos para recebermos e doarmos esse sentimento maravilhoso, e é isso que nos impede de vivermos tudo o que de melhor foi preparado por Deus.

Por isso, o amor deve ser verdadeiro, sem expectativas, sem exigências, deve simplesmente ser dado e ser recebido. Amar a compreensão, mas também a incompreensão; o afeto, mas também o desafeto. Amar o outro é a maior salvação que nós, seres vivos, temos disponível e em fartura para usarmos quando quisermos.

Imaginemo-nos como os responsáveis por espalhar esse vírus do amor por toda a face da Terra. Ao plantarmos o amor no coração de alguém, esse amor irá se espalhar com tanta rapidez e voracidade que não restará no mundo nada ao invés do amor... seria mágico, não seria? Pois, para mim, de louco e mágico, todos temos um pouco.

“Desculpa, mas não entendo. Eu quero tudo e mais ainda. Amor tem que encher o coração, a casa, a alma. Pouco ou metades nunca me completaram.”

Clarice Lispector

Mais nesta categoria: « CARIDADE PURA PADRE JOÃO »