Jornal Estrela Guia de Aruanda

A casa Ação Cristã Vovô Elvírio confere grande importância ao estudo esclarecedor e vivificante. O espiritismo postula muito bem este ensinamento quando afirma que “sem a luz da razão, desfalece a fé” (Allan Kardec).

A Umbanda tem fundamento e é preciso estudar! Por isso, o preto-velho Pai Leopoldo, dirigente espiritual do ACVE, criou em 2012 - sob as bênçãos de Oxóssi - o Jornal Estrela Guia de Aruanda!

O objetivo das publicações é compartilhar com a comunidade, os consulentes e os médiuns de Umbanda, ou seja, todos os interessados em conhecer uma Umbanda de luz, amor e caridade, os saberes e conhecimentos sobre espiritualismo e sobre a Umbanda praticada no ACVE .

Nos JORNAIS Estrela Guia de Aruanda você encontra orientações quanto à ritualística do ACVE; cronograma de giras; estudos sobre os Orixás e entidades de Umbanda; mensagens evangelizantes; textos com temas diversos de interesse cristão; esclarecimentos sobre a Umbanda; e muitos outros temas que ajudam a promover o progresso moral e espiritual da humanidade!

Tem sugestões de temas ou materiais, dúvidas, casos interessantes ou críticas ao Jornal? Envie e-mail para: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Uma ótima leitura!

Muito obrigado!

Saravá! Axé!

Há tantos fios perdidos neste mundo véi de Deus. Independentemente do motivo que os leva a tal estado, a origem dele sempre será um sentimento. Um sentimento exacerbado, ausente... tudo aquilo que tira o sossego é baseado em algum sentimento. E como ocês gostam de sentimentos. Mas dos bons. Os…
Estamos socialmente condicionados a acreditar que forças alheias à nossa vontade são responsáveis pelos acontecimentos de nossa vida. Até aí, tudo bem. Mas essa tendência faz com que transfiramos a responsabilidade dos nossos erros para outras pessoas. Ocorre que é sempre mais fácil encontrarmos um vilão externo do que identificarmos…
A gratidão é o reconhecimento de elementos de valor que merecem essa energia e atenção. Existem três tipos de gratidão: Gratidão automática – seria um protocolo social de linguagem. Usamos a palavra gratidão para agradecer de forma vazia, mas não estamos experienciando, de fato, a gratidão. Seria apenas um recurso…
" ...As rosas não falam, simplesmente as rosas exalam o perfume que roubam de ti, Ai..." Cartola. As rosas não precisam falar, realmente elas exalam, não apenas o perfume, mas toda a sua energia, todo o seu mistério, toda a sua força, sem perder sua graça, delicadeza e beleza. As…
As verdadeiras conquistas não vêm sem esforço. E muitas vezes é preciso abrir mão de alguma coisa para conseguir outra. Há um termo na Ciência Econômica chamada “trade-off”. Em tradução livre, “trade-off” significa “escolher”, abrir mão de uma determinada coisa para conseguir outra. E toda escolha tem um ganho e…
%PM, %08 %860 %2019 %17:%Fev

GUINÉ

Escrito por
“Cheirou, como cheira Umbanda, Umbanda cheirou guiné...” Originada na América do Sul, mais precisamente na Amazônia, encontrada em alguns lugares da América Central, a guiné (Petiveria alliacea L.), também conhecida como tipi ou amansa-senhor, possui um forte cheiro de alho nas folhas e raízes, possui flores brancas ao final do…
O cheiro de mar chegou. Desanuviou o que me aperreava. Por alguns segundos, fui acometida por uma amnésia providencial. As ideias resolveram se aquietar para deixar a rainha do mar chegar. Ou melhor, se mostrar. Agradecida, fui envolvida em uma manta de água salgada. Num passe de mágica, levou o…
Que a paz de Nosso Senhor Jesus esteja sempre convosco. Caros irmãos, venho hoje, por meio deste espaço sagrado, com o propósito de difundir o conhecimento para aqueles que buscam. Esse jornal é feito com tanto carinho e compromisso por aqueles que o fazem sem nada ganhar materialmente, mas recebem…
Uma aptidão física? Um dom? Um fardo? Um castigo? Bom, pode ser tudo isso e mais um pouco. Ou nada disso também. Afinal, somos nós quem escolhemos a conotação que damos às nossas vivências. A mediunidade é uma escolha que se faz quando ainda estamos na erraticidade e, para exercê-la,…
O amor é a nossa essência. Fomos criados por Deus a partir do amor d’Ele para conosco e do amor que Ele quer que nós tenhamos para com nossos irmãos. Daí se iniciou a epidemia do amor, como uma corrente do bem, conseguem ver? Considerando o ponto de partida, a…
“Que a mão esquerda não saiba o que faz a mão direita” Evangelho Segundo o Espiritismo – Capítulo XIII Quando li essa frase pela primeira vez, confesso que imaginei algo totalmente diferente do propósito desse capítulo. Porém, quem tem o costume de ler o Evangelho sabe que, muitas vezes, não…
“Oxalá, meu Pai. Tem pena de nós. Tem dó. Se a volta do mundo é grande, Teu poder ainda é maior”. Sua respiração era profunda e intensa, seu corpo manifestava dores que, até então, desconhecia, embora tivesse suportado tantas. Entre as alegrias por estar junto, a satisfação por todas as…
Olá, nesse momento em que falaremos sobre Iansã, convidamos você a refletir sobre os acontecimentos na sua vida: como você vê as mudanças que chegam para você? O que essas mudanças querem te dizer? Você enfrenta com energia as mudanças que chegam? Agora, pense em Iansã, com todo o seu…
Tudo começou com uma abelha. Foi numa tarde de domingo, dia lindo, quando, entre pensamentos nebulosos e certa confusão mental, que começavam a me incomodar, reforçando inseguranças, medos, angústias, diante das várias mudanças que estavam acontecendo em minha vida, entrou pela janela uma abelha. Ela vai e vem em minha…
A vastidão do Universo ainda é um dos grandes mistérios da vida. Pouco se conhece sobre a existência de outros mundos, mas muito se pode imaginar, por exemplo, ao observarmos o céu em uma maravilhosa noite estrelada. Jesus, em sua vinda à Terra, disse: “Na casa de meu Pai, há…
A linha dos boiadeiros é uma das linhas auxiliares de espíritos que trabalham na Umbanda. Ela é uma dentre diversas outras linhas que auxiliam nos trabalhos realizados dentro do terreiro. No terreiro Ação Cristão Vovô Elvírio - ACVE, as outras linhas auxiliares são: baianos, ciganos e marinheiros. Os boiadeiros apresentam-se…
Página 1 de 10