ORIXÁ REGENTE 2019

Escrito por Médium Rafael de Ávila
Avalie este item
(0 votos)

As religiões de descendência africana, em especial a Umbanda e o Candomblé, avaliam de formas diversas a atuação dos orixás no decorrer de cada ano. Todos os anos, são levantadas divergências e discussões acerca do orixá regente do ano, diferenças estas que nascem nos hábitos de cada terreiro ou centro.

As formas de identificar o orixá regente do ano são inúmeras, na Umbanda, majoritariamente se faz uso da astrologia, seguindo a orientação dos astros, enquanto que, no Candomblé, majoritariamente se utiliza dos búzios.

O meio utilizado e a interpretação das respostas logicamente acabam por trazer resultados divergentes, devendo todos serem respeitados e estudados, a fim de uma correta compreensão.

Há indicativos de atuação intensa de Xangô, Nanã e Ogum no ano de 2019, porém, para a Umbanda, trata-se de um ano sob a regência do Orixá Ogum, tendo em vista a atuação e a regência de Marte, astro ligado à energia de Ogum.

Sob a regência de Ogum, trata-se de um ano de muita atividade, um ano para desobstruir os caminhos fechados e abrir caminhos novos. Ogum age na Lei Divina, ou seja: na Lei do Amor, luta pela ordem, pela evolução, pelo recomeço abençoado.

É importante lembrar que, para alguns recomeços, é necessária a destruição do antigo e Ogum vem auxiliar neste momento de transição. É um ano para lutar contra as más inclinações morais e materiais, abrindo um novo caminho para um novo começo.

Ogum dá força àquele que quer se libertar das amarras pessoais, dos vícios, das dores morais, que busca crescimento moral. Ogum conduz os que persistem e que não querem desistir dos objetivos traçados, fortalece o coração e a mente daqueles que buscam vencer as guerras morais e disciplinar a vida.

A energia de Ogum, além de disciplinadora, tem um viés explorador, curioso, descobridor, que traz certa impulsividade aos seus filhos. Sendo assim, cientes da vibratória regente, deve-se buscar a racionalidade e o equilíbrio, utilizando esta grande energia regente para realizações positivas, pois esta é a vertente do ano e de Ogum: AÇÃO, REALIZAÇÕES POSITIVAS, VENCER.

 

Lutemos com toda a força da alma contra as más inclinações e atitudes que não engrandecem o espírito, na certeza de que Ogum nos auxiliará em nosso crescimento e em nossas necessidades, tanto materiais quanto espirituais.